Danilo de Albuquerque Furtado

Formação

  • Graduando em Letras -Português - UnB

Projeto de pesquisa

Riqueza contra e a favor da cidade no discurso Contra Mídias, de Demóstenes

Demóstenes, em sua acusação Contra Mídias, busca com frequência durante o discurso atacar seu inimigo através de uma representação negativa dos ricos. Mas Demóstenes era, sem dúvida, ele próprio também um homem bem provido de recursos. Como pôde um orador tão habilidoso cair em uma linha argumentativa tão problemática, ao colocar-se nesta posição aparentemente hipócrita? Neste artigo, examinamos os modos como Demóstenes apresenta as relações entre os ricos e a sociedade ateniense como um todo, comparando-os com as posições que Aristóteles toma com relação ao uso do dinheiro em sua Ética a Nicômaco. Assim, auferimos que há, para Demóstenes, uma concepção dual do papel das riquezas na pólis uma positiva, associada a usos em favor da cidade, e uma negativa, associados a usos contra ela que conduziu o orador a lidar com o tema do modo como o faz em Contra Mídias.

Contato

  • Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7828865190302580

 

 

Apoio
Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal
Universidade de Brasília